Decoração sem sujeira

Nota: este é um artigo de terceiros, efetuamos apenas pequenas reformas e reparos em Curitiba.

Casas e apartamentos mobiliados podem receber sancas em gesso sem bagunça e com secagem rápida

Para quem vai decorar a casa antes da mudança o gesso é sempre uma boa opção para dar charme ambiente, mas utilizar o gesso com a casa já cheia de móveis sempre foi sinônimo de sujeira e muita bagunça, mas isso está mudando! Hoje o “queridinho” do mercado é o Drywall, um gesso acartonado de alta resistência mecânica e acústica. “Os grandes diferenciais para o gesso comum são a sujeira e a secagem. No gesso comum a secagem demora em média sete dias, enquanto no Drywall, em média um dia”, explica o design de interiores Jandui Carvalho.

A melhor opção ainda é decorar com gesso antes da mudança, mas com o Drywall a aplicação é quase totalmente a seco, e a sujeira é mínima. O Drywall também possibilita várias inovações na hora de decorar tetos e paredes. É claro que tudo depende da sua criatividade e da capacidade do profissional escolhido para o trabalho.

Ambiente completo

O ambiente foi decorado com uma sanca aberta combinada com uma bela iluminação. Na parede lateral, um painel decorativo, além do roda-teto. O painel de medida 2 m x 2,60 m custou R$ 800,00. Juntos, a sanca e o roda-teto custam R$ 1.100,00. Não está incluso o preço da pintura e da iluminação. A decoração foi feita em Drywall e demorou 5 dias para ficar pronta. O painel decorativo dá estilo e elegância ao ambiente.
Design Decorações/Divulgação

Como todo benefício tem seu custo, a placa de Drywall custa de 15 a 20% mais que a placa de gesso comum. A decoração em Drywall de um imóvel de 49m2 custa a partir de R$ 2.000,00. A mesma decoração feita em gesso comum custa R$ 1.800,00.

Outra dificuldade para a utilização tecnologia é a mão de obra qualificada, segundo Jandui. O Drywall já está no mercado há 15 anos, mas se tornou popular apenas nos últimos 3, aproveitando o aquecimento do setor de construção civil.

Texto Kelli Franco
Fonte: <http://revistacasalinda.uol.com.br/reforma/decoracao-sem-sujeira/> 24/09/2015

%d blogueiros gostam disto: